[bula] DRAXXIN® 100 MG/ML ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Bovino  Suíno

Fórmula:

Cada 100 mL contém:
Tulatromicina........................... 10,0 g
Veículo...............q.s.p........... 100,0 mL
Indicações:
Bovinos:

Para o tratamento terapêutico da doença respiratória bovina associada com Mannheimia (Pasteurella) haemolytica, Pasteurella multocida, Haemophilus somnus e Mycoplasma bovissensíveis a tulatromicina e tratamento metafilático (prevenção) da doença respiratória em bovinos submetidos a alto risco de contrair a doença. A presença da doença no rebanho deve ser estabelecida antes do tratamento preventivo.
DRAXXIN 100 mg/mL é também indicado para o tratamento de Queratoconjuntivite bovina associada a Moraxella bovis e Neisseria spp., e necrobacilose interdigital (foot rot) causada por Fusobacterium necrophorum, Bacteróides melaninogenicus e B. nodosus. Suínos:

Para o tratamento terapêutico da doença respiratória suína associada com Actinobacillus pleuropneumoniae, Pasteurella multocida, Haemophilus parasuis, Bordetella bronchiseptica e Mycoplasma hyopneumoniae sensíveis a tulatromicina e tratamento metafilático (prevenção) da doença respiratória em suínos submetidos a alto risco de contrair a doença.

Dosagem:
Dosagem, Modo de Uso e Vias de Administração

Bovinos (Tratamento terapêutico e metafilático)

Administrar o produto por injeção subcutânea com dose única de 2,5 mg de tulatromicina/kg de peso corporal (equivalente a 1 mL/40 kg de peso corporal), com todo cuidado de assepsia, usando-se seringas e agulhas esterilizadas. Para o tratamento de bovinos, com peso corporal acima de 300 kg, dividir a dose de modo que não seja injetado mais do que 7,5 mL em um mesmo local.Suínos (Tratamento terapêutico e metafilático)

Administrar o produto, por injeção intramuscular com dose única de 2,5 mg de tulatromicina/kg de peso corporal (equivalente a 1 mL/40 kg de peso corporal), no pescoço com todo cuidado de assepsia, usando-se seringas e agulhas esterilizadas. Para o tratamento de suínos com peso corporal acima de 80 kg, dividir a dose de modo que não seja injetado mais do que 2 mL em um mesmo local.

Administração:
Bovinos: subcutânea       Suínos: intramuscular

Precauções:
Contra-Indicações

- Não usar em casos de hipersensibilidade dos animais alvos, a antibióticos macrolídeos.
- Não usar o produto simultaneamente com outros macrolídeos ou lincosamídeos.
- Não usar em vacas lactantes produzindo leite para consumo humano.
- Não usar em vacas prenhes ou novilhas destinadas a produção de leite para consumo humano, dentro de 2 meses antes da data prevista de parto.
- Após abrir e retirar a 1° dose do frasco, usar todo o conteúdo dentro de 28 dias.
- Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.
- Armazenar o produto em temperatura ambiente (entre 15°C a 30°C) em local seco e fresco ao abrigo da luz solar.
- Venda e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

Efeitos Adversos:
Administração subcutânea do Draxxin em bovinos frequentemente causa reação transitório de dor e inchaço local no ponto de inoculação que pode persistir por até 30 dias. Tais reações não têm sido observada em suínos após a administração intramuscular. Reações patomorfológicas no local da aplicação estão presente por aproximadamente 30 dias após a aplicação em ambas as espécies. Caso seja observada qualquer outra reação colateral, informar um Médico Veterinário.

Período de Carência:
Bovinos
Carne: O abate dos animais tratados somente deve ser realizado 18 dias após a última aplicação do produto.
Este produto não deve ser aplicado em fêmeas produtoras de leites para consumo humano.
Suínos: O abate dos animais tratados somente deve ser realizado 05 dias após a última aplicação.
A utilização do produto em condições diferentes das indicações na bula pode causar a presença de resíduos acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal imprópria para consumo.
Apresentação:
DRAXXIN 100 mg/mL é disponível em frascos de vidro contendo 20, 50, 100, 250 ou 500 mL.

Classe Terapêutica:
ANTIMICROBIANOS GERAIS; ANTIFÚNGICOS E ANTIPROTOZOÁRIOS (COCCIDIOS, FLAGELADOS)

Princípio(s) Ativo(s):
OUTROS

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
nº 9.345 em 15/10/2007

Responsável Técnico:
Renato Beneduzzi Ferreira - CRMV: SP-Nº 1695

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 011 1919
Página inicial

Bulário Vet