[bula] CONDROTON

VETNIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA


Fórmula: Cada 100 g contém:
Sulfato de Condroitina “A”.........................................20.000 mg
Glucosamina..............................................................30.000 mg
Moluscos (Perna canaliculus)......................................10.000mg
Colágeno.....................................................................5.000 mg
Ácido ascórbico............................................................5.000 mg
Sulfato de manganês...................................................2.000 mg
Excipientes q.s.p................................................................100 g

Indicações:
Para cães: indicado para auxiliar os tratamentos de artropatias não infecciosas, tais como, artrites, artroses, osteoartroses, hidroartroses, artropatias degenerativas, displasias coxo-femorais, espondiloses, espondiloses anquilosantes, condropatias, sinovites; patologias tendíneas; osteodistrofias e condrodistrofias; pós-operatório de cirurgias articulares; coadjuvante em casos de fraturas; além de atuar também na profilaxia de doenças osteoarticulares e condroproteção de animais submetidos a grandes esforços. Também indicado para fortalecimento da cartilagem auricular de cães submetidos a conchectomias.

Dosagem:
Para ser usado por via oral. Comprimidos de 500 mg: Animais até 5 kg: 1 comprimido ao dia. Animais de 5 a 10 kg: 1 comprimido duas vezes ao dia./Manutenção: até 5 kg: 1 comprimido por dia, em dias alternados. Animais de 5 a 10 kg: 1 comprimido por dia, até encontrar a dosagem de manutenção que pode ser 1 comprimido por semana. Comprimidos de 1000 mg: Animais de 10 a 15 kg: 1 comprimido duas vezes ao dia./Animais de 15 a 25 kg: 1 comprimido e meio duas vezes ao dia./Animais de 25 a 50 kg: 2 comprimidos duas vezes ao dia./Animais acima de 50 kg: 3 comprimidos duas vezes ao dia./Manutenção: Animais de 10 a 15 kg: 1 comprimido por dia./Animais acima de 25 kg: 2 comprimidos por dia, até chegar a dosagem de manutenção que pode ser um comprimido por semana.

A dose de administração inicial é de 2 a 3 meses e depois deve ser feita a dose de manutenção. As dosagens poderão ser aumentadas ou diminuídas de acordo com a orientação do Médico Veterinário.

Administração:
Uso oral.

Precauções:
Condroton é muito seguro, não apresentando efeitos colaterais. Raramente pode haver flatulência e amolecimento das fezes. Vários experimentos demonstram a ausência de teratogênese, mutagênese e anafilaxia do sulfato de condroitina. Glicosaminoglicanos de baixa sulfatação não alteram o tempo de coagulação sanguínea por não interagir com a antitrombina III. Condroton pode ser administrado concomitantemente com qualquer droga, sem ocorrerem interações indesejáveis. Contra indicações: Devido ao fato de Condroton apresentar glucosamina e sulfato de condroitina e por estes serem bioquimicamente classificados como carboidratos (açúcares), é indicado que ao se usar o produto em animais diabéticos, estes sejam monitorados na primeira semana de uso.

Apresentação:
Comprimidos de 500 ou 1000 mg, acondicionados em frascos plásticos contendo 60 comprimidos.

Classe Terapêutica:
OUTROS

Princípio(s) Ativo(s):
CONDROITINA A
VITAMINA C
OUTROS

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
8.159 em 12/03/2002.

Responsável Técnico:
Fábio Cavenaghi Mattei - CRMV: SP 12005

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800109197
Página inicial

Bulário Vet