[bula] DIAZEN VALLÉE S.A. - PRODUTOS VETERINÁRIOS

Bovino  Caninos  Eqüinos

Fórmula:

Cada 100 mL contém:

Dipropionato de imidocarb.............................................    12,0   g

Veículo q.s.p. ..................................................................  100,0  mL



Indicações:

DIAZEN é indicado para o tratamento preventivo e curativo dos seguintes agentes  etiológicos:

Bovinos –  Anaplasma marginale, Babesia bovis e Babesia bigemina
Equinos – Babesia equi e Babesia caballi
Caninos – Babesia canis
Diazen também é usado para controlar reações excessivas desencadeadas por vacinas sangüíneas de Babesia e Anaplasma.



Dosagem:

Bovinos: 1 mL / 40 kg de peso vivo, em dose única.
Equinos: 1 mL / 50 kg de peso vivo.
Caninos: 1 mL / 10 kg de peso vivo.

OBSERVAÇÕES:

Bovinos: Nas infecções mistas por Babesia e Anaplasma (Tristeza Parasitária), a dose recomendada de Diazen para bovinos é de 1 mL / 40 kg de peso corporal, por via subcutânea em dose única.

Em casos de vacinas sangüíneas de Babesia e Anaplasma, devido ao curto período de incubação, os sintomas da babesiose aparecerão nos primeiros dias após o início da premunição e poderão ser controlados com administração de 1,0 mL de Diazen/100 kg de peso corporal em dose única. Esta aplicação retardará o período de incubação da anaplasmose, que poderá manifestar-se algumas semanas mais tarde. Se os sinais clínicos forem excessivos, a dose a ser administrada deverá ser 2,5 mL/100 kg de peso corporal. No caso de babesiose confirmada em laboratório a dose recomendada é de 1 mL/100 kg de peso corporal. Não repetir o tratamento antes de decorridos o prazo de 7 dias da aplicação. No caso de anaplasmose confirmada em laboratório a dose recomendada é de 1 mL/40 kg de peso corporal. Não repetir o tratamento antes de decorridos o prazo de 7 dias da aplicação.

Quimioprofilaxia: é recomendada quando animais susceptíveis são introduzidos em áreas com presença de carrapatos e de babesiose. Nestes casos deve-se administrar Diazen na dosagem de 2,5 mL para cada/100 kg de peso corporal, imediatamente ou no período máximo de 7 dias após a entrada dos animais. Quando bovinos susceptíveis são introduzidos em áreas de incidência de anaplasmose deve-se administrar o produto tão logo apareçam os  primeiros sinais da doença na dosagem de 2,5 mL / 100 kg de peso corporal.

A aplicação do Diazen durante o período de incubação da anaplasmose inibe o desenvolvimento de resistência natural do hospedeiro. Para o desenvolvimento da resistência natural é necessário que os bovinos entrem em contato com os agentes causais destas doenças que são transmitidas principalmente pelos carrapatos. Em casos de infecções mistas ou quando não se conhece o agente causador do quadro clínico, os bovinos devem receber o produto na dose de 2,5 mL / 100 kg de peso corporal. Neste caso, os animais estarão protegidos por um período de 28 dias após a aplicação. A repetição do tratamento pode ser feita de acordo com o médico veterinário.

Equinos: A dose recomendada para eqüinos é de 1 mL / 50 kg de peso corporal, por via intramuscular em dose única. Caso os sintomas da babesiose persistam o tratamento pode ser repetido após 24 horas da última aplicação. Para fins profiláticos, pode-se utilizar a dose  única de 1 mL / 50 kg de peso corporal. Neste caso, os animais estarão protegidos por até um mês após a aplicação do produto. A duração e a repetição do tratamento podem ser alterados à critério do médico veterinário.

Caninos: A dose recomendada para cães é de 0,5 mL/10 kg de peso corporal, por via subcutânea em uma única aplicação. Como tratamento preventivo utilizar a dose única de 0,2 mL/10 kg de peso corporal. Neste caso, os animais estarão protegidos por até 15 dias após a aplicação do produto. O tratamento não deve ser repetido antes de decorridos 7 dias da primeira aplicação. A duração e a repetição do tratamento podem ser alterados à critério do Médico Veterinário.

Administração:

Bovinos e caninos: administrar DIAZEN por via subcutânea.
Equinos: administrar DIAZEN por via intramuscular.

Precauções:

Não exceder a dosagem recomendada;
Bovinos tratados com Diazen não devem receber vacina sangüínea antes de decorridos 28 dias da aplicação;
Não jogar embalagens vazias ou restos do produto em mananciais, lagos ou rios;
Evitar contato do produto com a pele e mucosas. Caso isto ocorra lavar o local afetado várias vezes com água e sabão;
Não guardar ou aplicar junto de alimentos, bebidas, produtos de higiene e  produtos domésticos.

EFEITOS ADVERSOS:

Bovinos, eqüinos e cães podem apresentar leves sintomas colinérgicos, como salivação, lacrimejamento e cólica passageira após o tratamento com Diazen. Nestes casos utilizar sulfato de atropina.

OBSERVAÇÃO:

Após a aplicação do produto, observou-se uma pequena incidência de edemas teciduais no local da injeção. Tais reações não prejudicam a ação do produto, nem causam problemas aos animais desaparecendo sem nenhum tratamento.

CONTRAINDICAÇÕES:

Animais tratados com inseticidas a base de organofosforados não devem ser tratados simultaneamente com Diazen;
Este produto não deverá ser usado  por  via intravenosa.


ATENÇÃO – OBEDECER AOS SEGUINTES PERÍODOS DE CARÊNCIA:

BOVINOS:
ABATE: O ABATE DOS ANIMAIS TRATADOS SOMENTE DEVE SER REALIZADO 30 DIAS APÓS A ÚLTIMA APLICAÇÃO.
LEITE: ESTE PRODUTO NÃO DEVE SER APLICADO EM BOVINOS PRODUTORES DE LEITE PARA O CONSUMO HUMANO.


EQUINOS:
ABATE: O ABATE DOS ANIMAIS TRATADOS SOMENTE DEVE SER REALIZADO 30 DIAS APÓS A ÚLTIMA APLICAÇÃO.

Apresentação:

Frasco de vidro contendo 15 mL.

Classe Terapêutica:
ECTOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
IMIDOCARB

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
8.938

Responsável Técnico:
HELOIZA HELENA BALIZA PEREIRA - CRMV: CRMV MG Nº 2211

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 8825 533
Página inicial

Bulário Vet