[bula] LEIVAMEC INJETÁVEL LEIVAS LEITE S/A INDÚSTRIAS QUÍMICAS E BIOLÓGICAS

Bovino  Ovinos  Suíno

Fórmula:
COMPOSIÇÃO: Cada 100mL contém:
Ivermectina................................1,00 g
Veículo ... q.s.p......................100,00 mL

Indicações:
Parasiticida de amplo espectro.
Indicado para o tratamento e controle de vermes redondos gastrintestinais e pulmonares, bernes, piolhos, e ácaros causadores da sarna; tem ação também como auxiliar no controle de carrapatos e bicheiras de umbigo e castrações em bezerros.
1.Bovinos -
Vermes gastrintestinais adultos ou larvas no quarto estágio: Ostertagia ostertagi, Ostertagia lyrata, Haemonchus placei, Trichostrongylus columbriformis, T. axei, Cooperia oncophora, Cooperia punctata, Cooperia pectinata, Bunostomum phlebotomum, Oesophagostomum radiatum, Nematodirus helvetianus, Nematodirus spathiger, Strongyloides papillosus.
Vermes pulmonares adultos ou larvas do quarto estágio: Dictyocaulus viviparus.
Bernes: larvas de Dermatobia hominis.
Parasitas externos:
a) Piolhos: Linognathus vituli, Haematopinus eurysternus, Solenopodes capillatus e Damalinia bovis, quando usado em um programa de combate.
b) Ácaros: Psoroptes ovis, Sarcoptes scabiei var. bovis, Chorioptes bovis, quando usado em um programa de combate.
c) Carrapatos: Boophilus microplus.
2.Ovinos.
Vermes redondos gastrintestinais: Haemonchus contortus (1,2,3), Ostertagia circumcinata (1, 2, 3), Ostertagia trifurcata (1, 2), Trichostrongylus axei (1), Trichostrongylus colubriformis (1, 2, 3), Trichostrongylus vitrinus (1), Nematodirus filicollis (1, 2), Nematodirus spathiger (2, 3), Gaigeria pachyscelis (1,2,3), Oesophagostomum columbianum (1, 2, 3), Oesophagostomum venulosun (1), Chabertia ovina (1, 2, 3), Trichuris ovis (1), Cooperia curticei (1, 2), Strongyloides papillorum (2, 3).
Vermes pulmonares: Dictyocaulus filaria (1, 2, 3), Protostrongylus rufescens (1).
Observação:1) Adulto; 2) Larvas do 4ª estágio, 3) Larvas do 3ª estágio.
Bicho da cabeça: Oestrus ovis.
Parasitos externos: Sarcoptes scabiei var. Ovis , Psoroptes ovis
3.Suínos
Vermes redondos gastrintestinais: Ascaris suun (adulto e larva do 4ª estágio), Strongyloides ransomi (adulto).
Vermes Pulmonares: Metastrongylus spp.
Piolhos: Haematopinus suis.
Sarna: Sarcoptes scabiei var. suis

Dosagem:
MODO DE USAR:
LEIVAMEC INJETÁVEL deve ser utilizado exclusivamente por via subcutânea, em dose única, nas dosagens a seguir: bovinos - 1,0 mL/50kf de peso; ovinos - 0,5 mL/25kg de peso; suínos - 1,0 mL/33kg de peso.
Importante: os animais tratados visando a prevenção de bicheiras devem ser observados diariamente até a total cicatrização e, em caso de necessidade, realizar o tratamento curativo com mata-bicheira de uso local. No período de carência deve-se suspender a medicação 28 dias antes do abate de bovinos e ovinos destinados ao consumo humano. Para suínos, 18 dias. Não administrar o produto em fêmeas leiteiras lactantes, mesmo 28 dias antes do parto.

Administração:
Deve ser utilizado exclusivamente por via subcutânea,

Precauções:
Lavar as mãos após manusear o produto. Evite alimentar-se durante o manuseio. Como qualquer outro medicamento, deve ser mantido fora do alcance das crianças. Venda sobre prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

Apresentação:
Frascos com 50mL, 200mL e 500mL.


Classe Terapêutica:
ECTOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
IVERMECTINA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
6511

Responsável Técnico:
Farmacêutico Paulo Chaves Garcia Leite - CRMV: CRF/RS nº 494

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
(53) 3225 3666
Página inicial

Bulário Vet