[bula] LEVAMISOL INJETÁVEL MATSUDA VETECIA LABORATÓRIOS DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Bovino  Suíno

Fórmula:

Cada 100 mL contém:


Levamisol(fosfato).............................................................22,3 g


Veículoq.s.p................................................................100,0 mL

Indicações:

LEVAMISOL INJETÁVEL MATSUDA é indicado para ocontrole e


tratamento das verminoses causadas pelos seguintes parasitas:


BOVINOS: Haemonchus contortus, Ostertagia spp.,Trichostrongylus


spp., Cooperia spp., Oesophagostomum radiatum, Nematodirus spp.,


Bunostomum phlebotomum, Chabertia spp., Dictyocaulus viviparus e


Neoascaris vitulorum.


SUÍNOS: Ascaris suun, Oesophagostomum spp., Hyostrongylus


spp., Metastrongylus spp. E Strongyloides spp.


LEVAMISOL INJETÁVEL MATSUDA está ainda indicado como


imunoestimulante inespecífico, auxiliando na reconstituição dos

níveis imunitários emanimais deprimidos.
Dosagem:

A dose recomendada é 4,5 mg de Fosfato de Levamisol por Kg de


peso corporal, correspondente a 1 mL de LEVAMISOL INJETÁVEL


MATSUDA para cada 50 Kg de peso. Qualquer alteraçãode


posologia e modo de usar, bem como a frequência dos tratamentos,


fica a critério e sob responsabilidade do Médico Veterinário.

Administração:

LEVAMISOL INJETÁVEL MATSUDA pode ser aplicado pelasvias


subcutíneas ou intramuscular, preferencialmente na região datábua


do pescoço do animal, não ultrapassando a dose de 10 mL porlocal


de aplicação. Havendo necessidade de doses superiores, dividir o


volume a ser aplicado em dois pontos de aplicação.

Precauções:

CONTRA INDICAÇÕES E EFEITOS COLATERAIS OU


SECUNDÁRIOS:


LEVAMISOL INJETÁVEL MATSUDA não apresenta efeitoscolaterais


ou secundários nas doses indicadas, não interferindo naimunidade


dos animais tratados, podendo ser administrado simultaneamente à


vacinação contra Febre aftosa, Brucelose, Clostridiose, Raiva e


outras.


PERÍODO DE CARÊNCIA:


Não abater animais destinados ao consumo humano antes de


decorridos 7 dias da última aplicação em bovinos e 3 dias em


suínos. O leite não deve ser destinado ao consumo humano, antes


de 96 horas (4 dias) após o término do tratamento.


PRECAUÇÕES GERAIS:


Obedecer as dosagens e recomendações para o uso do produto. Não


fumar ou alimentar-se durante o manuseio do


produto. Lavar as mãos antes e depois de manusear o produto.


Utilizar equipamento estéril, obedecendo às normas de assepsia.O


uso deste medicamento associado a organofosforados deve ser


criteriosamente avaliado pelo Médico Veterinário, pois ambosatuam


nos receptores da acetilcolina, podendo causar sintomas de


intoxicação.


Para o Médico Veterinário ou Médico: Os principais sintomas de


intoxicação em humanos ou nos animais intoxicados são ataxia,


depressão, hipotermia, salivação, lacrimejamento, balançar da


cabeça, tremores musculares, vômito, diarréia e, em algunscasos,


bradicardia.


Procedimento de tratamento de intoxicação, tanto do levamisol


quanto de organofosforados:


-Chamar imediatamente o Médico.


-Em caso de ingestão do produto, provocar o vômito,administrando


por via oral, uma colher de sopa de sal comum dissolvida em um


copo de água morna.


-Tratamento sintomático associado com administração de


atropina.


-Pode-se incluir lavagem gástrica (com precauções para evitar a


aspiração) associada ao tratamento sintomático e de suporte do


paciente.

Apresentação:

Frascos-ampola contendo 250 e 500 mL.

Classe Terapêutica:
ECTOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
LEVAMISOL

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
8.134 em 20/02/02

Responsável Técnico:
Dra. Simone Florença de Morais - CRMV: nº 16.259

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
1239627343
Página inicial

Bulário Vet