[bula] COBALZAN LABORATÓRIO BRAVET LTDA

Bovino Caninos Caprinos Eqüinos Felinos Ovinos Suíno
Fórmula:

Cada mL contém:
Vitamina B12.................................2,00 mcg
Cloreto de cobalto .........................1,00 mg
Sulfato de cobre............................. 1,25mg
Citrato de ferro amoniacal.............. 12,50 mg
Veículo q.s.p. ........................................... 1,00 mL


Indicações:
Cobalzan atua como um mineralizante hematínico, indicado
para os animais de criação em geral, na prevenção e correção das anemias
microcíticas hipocrômicas, comuns nos animais e provocadas por causas diversas:
alimentação carente em micro-elementos (ferro, cobalto e cobre); defeitos de
absorção pelas paredes intestinais (nas diarreias, enterites catarrais, etc.);
grandes hemorragias ou perdas crônicas de sangue e estados anêmicos provocados
por infestações parasitárias.


Recomendado como preventivo nas ocasiões em que o organismo
animal requer uma suplementação de nutrientes acima do normal: na prenhez para
formar o sangue fetal, no aleitamento, no crescimento, nas convalescenças e
acompanhando, como coadjuvante, o tratamento das moléstias anemiantes (babesiose,
piroplasmose, anaplasmose, etc.). 


Nas carências de cobalto em ruminantes, por via
oral, para possibilitar a síntese da vitamina B12.

Dosagem:
USO INJETÁVEL: Animais de grande porte adultos: 10 mL para
cada 150 kg de peso corporal, por dose. Máximo de 30 mL. Potros, bezerros,
ovinos, suínos adultos: 10 mL por dose. Pequenos animais (leitões, cães,
gatos.) - 2 a 5 mL por dose. Fazer 2 aplicações por semana, num total de 5 a 10
aplicações. Como profilático, aplicar 1 dose semanal. Repetir o tratamento, se
necessário, após 1 semana de descanso. Nas aplicações de doses de 10 mL ou
mais, dividi-las em 2 ou 3 porções e injetar em regiões diferentes do corpo do
animal.


USO ORAL EM RUMINANTES: Nas deficiências de
Cobalto em ruminantes por defeito nutricional, a aplicação de Cobalzan deve ser
feita por via oral, nas seguintes doses: Animais de grande porte, adultos - 20
a 30 mL, 2 vezes por semana, diluídos em um pouco de água. Ovinos - 10 mL. Nos
tratamentos coletivos, aconselhável o emprego de pistola dosificadora. Cabe ao
Médico Veterinário determinar, se necessário, uma dosagem de manutenção, fração
da curativa após o desaparecimento dos sintomas clínicos.

Administração:
Por via injetável, em aplicações intramusculares ou
subcutâneas.


Não aplicar na veia.


Nas carências de cobalto em ruminantes,
administrar por via oral.

Precauções:
ATENÇÃO: OBEDECER AOS SEGUINTES PERÍODOS DE CARÊNCIA: BOVINOS, CAPRINOS E OVINOS: ABATE - CARÊNCIA ZERO. LEITE -
CARÊNCIA ZERO. EQUINOS E SUÍNOS: ABATE - CARÊNCIA ZERO. A UTILIZAÇÃO DO PRODUTO EM CONDIÇÕES DIFERENTES
DAS INDICADAS NESTA BULA PODE CAUSAR A PRESENÇA DE RESÍDUOS DO PRODUTO ACIMA
DOS LIMITES APROVADOS, TORNANDO O ALIMENTO DE ORIGEM ANIMAL IMPRÓPRIO PARA O
CONSUMO.
 
Conservar em local fresco, seco, ao abrigo da luz solar e fora do alcance de crianças e animais domésticos.
Venda sob prescrição e aplicação conforme orientação do Médico Veterinário.

Apresentação:
Frasco-ampola com 100 mL, 250 mL e 500 mL.

Classe Terapêutica:
OUTROS
Princípio(s) Ativo(s):COBALTO
COBRE
FERRO
VITAMINA B12 (CIANOCOBALAMINA)

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
0340 em 03/12/76.
Responsável Técnico:
Drª Valéria Souza de Faria - CRMV: CRMV-RJ n° 4.266

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
21 2480-6868
Página inicial

Bulário Vet