[bula] DIUB TURÍN CENTRALVET - GLANZMANN COMERCIAL IMP EXP ASS., CONS., MARKETING E REP. COM. EM VETERINÁRIA LTDA

Bovino

Fórmula:
DIUB TURÍN B1:

Polietileno LD e cobre
180mg de filamento de cobre de 0,25mm, peso total do dispositivo: 250mg

DIUB TURÍN B2:
Polietileno LD e cobre
220mg de filamento de cobre de 0,25mm, peso total do dispositivo: 460mg

DIUB TURÍN B3:
Polietileno LD e cobre
280mg de filamento de cobre de 0,25mm peso total do dispositivo: 865mg
Indicações:
Uso em bovinos

DIUB TURÍN B1: novilhas de 160kg até 240kg
DIUB TURÍN B2: vacas com 1 e 2 partos, a partir de 60 dias após o parto.
DIUB TURÍN B3: vacas multíparas a partir de 60 dias após o parto.
Dosagem:

Analisar a categoria do animal para identificar o tamanho do DIUB TURÍN adequado para o uso em questão. Administrar por via intravaginal realizando a colocação intrauterina com o auxílio de um aplicador específico para o produto (aplicador para DIUB TURÍN). Devem ser aplicados dois dispositivos para cada animal, um no extremo cranial de cada corno uterino. A aplicação é única.
Administração:
1. Buscar o tubo aplicador específico para o tamanho de DIUB TURÍN a ser utilizado, desinfetado, e deslizar o êmbolo inferior para trás;

2. Buscar o dispositivo a (sem cabeça) pressionando suas extremidades e introduzindo no tubo aplicador, com a cabeça do mesmo para fora;
3. Uma vez introduzido o dispositivo A no tubo, introduzir o dispositivo B (com cabeça) da mesma forma, até que sua cabeça cônica cubra o topo do tubo;
4. Submergir o tubo aplicador contendo ambos dispositivos em uma solução antisséptica. Opcionalmente pode-se passar vaselina ou outro lubrificante na extremidade do tubo aplicador;
5. Não manter o tubo aplicador carregado com os dispositivos por tempo prolongado nem expor a temperatura extremas (< 5ºC, >40ºC);
6. Imobilizar o animal por meio de um tronco e levantar a cauda;
7. Proceder a separação dos lábios vulvares e introduzir o aplicador carregado com os dispositivos;
8. Via retal, com o auxílio de uma luva de palpação, utilize a mão livre para palpar a cérvix e firmá-la com os dedos indicador e polegar;
9. Introduzir o aplicador até ultrapassar a cérvix e chegar ao colo uterino;
10. Buscar um dos cornos uterinos e introduzir o aplicador até chegar no terço médio do corno (curvatura);
11. Depositar o primeiro dispositivo (B) assegurando-se que se abram suas extremidades para fixá-lo no corno. Verificar através do T ato a distensão do mesmo;
12. Retirar o aplicador até o corpo do útero e voltar a introduzir no outro corno uterino até chegar ao terço médio (curvatura);
13. Depositar o dispositivo restante (A) e retirar o aplicador definitivamente;
14. Liberar o animal.

IMPORTANTE: O processo de colocação deve ser guiado pelo braço livre do operador, introduzido dentro do reto do animal. O operador guia o procedimento, manejando a cérvix e os cornos uterinos.
Deve-se ter cuidado especial em guiar o tubo aplicador, para não perfurar a parede do útero.
IIMPORTANTE: Recomenda-se manter o tubo aplicador e seu êmbolo, ambos de aço inoxidável, em cindiçoes de assepsia (exemplo: iodo povidine 10%) entre cada aplicação.

Precauções:
Usar exclusivamente em vacas destinadas ao abate. Até o momento não se conhecem posteriores sobre a reprodução.

Aplicação é única. Não é possível a retirada do dispositivo depois de aplicado.
Não usar em fêmeas gestantes ou com patologia uterina.
Manter fora do alcance de crianças.
Apresentação:
DIUB TURÍN B1:

Polietileno LD e cobre
180mg de filamento de cobre de 0,25mm, peso total do dispositivo: 250mg

DIUB TURÍN B2:
Polietileno LD e cobre
220mg de filamento de cobre de 0,25mm, peso total do dispositivo: 460mg

DIUB TURÍN B3:
Polietileno LD e cobre
280mg de filamento de cobre de 0,25mm peso total do dispositivo: 865mg

Fabricado
por: Enrique Horácio Turin
Número do Registro: 8263 (SENASA ARGENTINA)


Estrada 532 (2700) - Pergamino - Província de Buenos Aires - Argentina


Responsável
Técnico: Dr. Enrique Horácio Turin  M.N: 6732 (ARGENTINA)




Importado por: CENTRALVET,
de propriedade de GLANZMANN COMERCIAL, Importação, Exportação, Assessoria,
Consultoria, Marketing e Representação Comercial em Veterinária Ltda.



CNPJ:
09.250.375/0001-84



Rua
Manoel Matheus, 129. Piso Superior. Centro, Vinhedo/SP. Caixa Postal 17.



CEP:
13280-000



Tel.:
(19) 3836-2220



Site: www.centralvet.com.br



E-mail: centralvet@centralvet.com.br



Responsável
Técnico: Ronald Glanzmann CRMV-SP 9670

Classe Terapêutica:
OUTROS

Princípio(s) Ativo(s):
OUTROS

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
073-2009

Responsável Técnico:
Ronald Glanzmann - CRMV: CRMV - SP 9670

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
19 3836.2220
Página inicial

Bulário Vet