[bula] CALIDEX 200 HERTAPE SAÚDE ANIMAL S/A

Suíno

Fórmula:
Cada 100mL contém:


Ferro (complexo ferro-dextrano) ..................... 20,0g

Veículo q.s.p. .......................................... 100,0mL


Indicações:

Calidex 200 é indicado para leitões na prevenção e tratamento das anemias ferroprivas.
Dosagem:
Aministrar em leitões, por via parenteral, através de injeção intramuscular profunda, nas seguintes dosagens: Preventiva : entre o primeiro e o quarto dia de idade 0,5 a 0,75ml de CALIDEX 200 em dose única, por animal. Curativa: 0,5 a 1ml de CALIDEX 200 em dose única, por animal. Se necessário, repetir o tratamento 10 a 15 dias.

Administração:

Administrar em leitões, por via parenteral, através de injeção intramuscular profunda, nas seguintes dosagens:





Preventiva: entre o promeiro e o quarto dia de idade, aplicar 0,5 a 0,75mL de CALI-DEX 200 por animal em dose única.

Curativa: 0,5 a 1mL em dose única, por animal. Se necessário, repetir o tratamento 10 a 15 dias após.




Precauções:
PERÍODO DE CARÊNCIA


Atenção: Obedecer aos seguintes períodos de carência: SUÍNOS: Abate: Carência zero, a carne dos animais tratados poderá ser consumida a qualquer momento após o uso do produto. A utilização do produto em condições diferente das indicadas nesta bula pode causa a presença de resíduos acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal impróprio para o consumo.




CONTRAINDICAÇÕES

Não administrar em animais com histórico conhecido de hipersensibilidade ao ferro dextrano, anemias de natureza infecciosa e deficiência de vitamina E ou Selênio (neste último caso, pode ocorrer morte).





PRECAUÇÕES

Quantidades profiláticas de ferro dextrano, administradas oral ou parenteralmente podem resultar em morte súbita. Os leitões afetados ficam deprimidos, cambaleantes e rapidamente deitam-se. À necrópsia, há uma degeneração cerácea difusa. Não administrar em animais sem deficiência de ferro, pois poderá haver hemossiderose. Em caso de necessidade de mais de uma aplicação, deve ser observado pelo clínico um intervalo de 7 dias entre as aplicações. Não massagear o local da injeção, pois esse procedimento poderá provocar edema local e dificultar a absorção do produto. Não administrar em leitões com infecções microbianas ou viríticas agudas. Recomenda-se desinfectar previamente o local da injeção.



EFEITOS SECUNDÁRIOS

Pigmentação do ponto de inoculação. Pode produzir irritação local. Podem ocorrer restrições de hipersensibildiade.



INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Não administrar simultaneamente com preparados de ferro de via oral. O produto é incompatível com cloridrato de oxitetraciclina, cloreto de sódio e sulfatiazina sódica.



SOBREDOSIFICAÇÃO

Evitar administrar simultaneamente com preparados de ferro via oral.




EFEITOS COLATERAIS

O medicamento é em tolerado, sendo constatados efeitos adversos (reações anafiláticas) apenas em casos extremamente raros. Em tais casos,  as contramedidas a serem tomadas serão as mesmas que no choque anafilático; interrupção do tratamento, estimulantes circulatórios, corticosteróides e anti-histamínicos.




Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar, fora do alcance de crianças e animais domésticos.



Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico-Veterinário.



Apresentação:
Frasco-ampola âmbar contendo 20, 50 e 100mL.

Classe Terapêutica:
COMPLEXOS

Princípio(s) Ativo(s):
FERRO

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
8178/02

Responsável Técnico:
Drº Eduardo Souto Bernardez - CRMV: MG 4339

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800-7268668
Página inicial

Bulário Vet