[bula] SARNEXIL 5% SOLUÇÃO JOFADEL INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S/A

Caninos

Fórmula:
Cada 100 mL contém:
Monossulfiram .......................................................... 5 g
Veículo q.s.p. ....................................................... 100 mL

Indicações:
Inseticida de contato destinado para o tratamento das sarnas, fungos e piolhos dos animais domésticos.
Sarnas: Sarcóptica: Sarcoptes scabiei var. canis, Sarcoptes scabiei var. Ovis, Notoedres cati
Otodécica: Otodectes cynotis.
Demodécica: Demodex canis, Demodex cati.
Corióptica: Chorioptes equi var. ovis.
Psoróptica: Psoroptes equi var. ovis, Knemidokoptes pilae.

Piolhos: Cães: Linognathus setosus, Trichodectes canis, Heterodoxus spiniger.
Gatos: Felicola subrostrata.
Ovinos: Damalinia ovis, Linognathus pedalis.
Caprinos: Damalinia caprae, Linognathus stenopis.

Fungos: efetivo contra micoses cutâneas, principalmente as tinhas (fungos dos gêneros Microsporum e Trichophyton).

Dosagem:
1 parte de SARNEXIL 5% SOLUÇÃO para 1 parte de água.
Aplicar 1 vez ao dia até a cura total, ou a critério do Médico Veterinário.

Administração:
Via tópica, nas áreas afetadas pela sarna e pelos piolhos.
Umedecer um pincel, pano, esponja ou escova, com a solução e aplicar sobre o pêlo e a pele afetada, após prévia limpeza do local, de preferência, com água morna.

Via otológica: nos casos de sarna otodécica, instilar 3 a 5 gotas da solução, no ouvido afetado, após prévia limpeza do ouvido.

Precauções:
CONTRA-INDICAÇÃO
O produto é contra-indicado para animais hipersensíveis ao princípio ativo da formulação.

PRECAUÇÕES DE USO
Exclusivamente para uso externo.
- Não aplicar o produto puro.
- A diluição deve ser feita na hora de aplicar: NÃO GUARDE A DILUIÇÃO PARA USAR NO DIA SEGUINTE, POIS ELA NÃO É ESTÁVEL POR MUITAS HORAS. PODE OCORRER PERDA DA POTÊNCIA INSETICIDA.
- Não comer, não beber e não fumar durante o manuseio do produto.
- Usar luvas durante a aplicação do produto.
- Lavar as mãos com água e sabão, após aplicar o produto.
- Produto tóxico, se absorvido pelas mucosas.
- NÃO INGERIR: NO CASO DE INGESTÃO ACIDENTAL, CHAMAR O MÉDICO, MOSTRANDO A EMBALAGEM DO PRODUTO. APLICAR TRATAMENTO SINTOMÁTICO, POIS NÃO HÁ ANTÍDOTO ESPECÍFICO.
- Descartar as embalagens vazias e restos de produtos, bem como limpar os recipientes usados, de forma segura, evitando a contaminação do meio ambiente.

Apresentação:
Frascos de vidro âmbar, com 10, 20, 50 e 100 mL.

Classe Terapêutica:
ECTOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
MONOSSULFIRAN

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
007 em 24/09/2002

Responsável Técnico:
Dra. Brígida Junqueira Ferreira - CRMV: CRF-MG nº 14770

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 703 1503
Página inicial

Bulário Vet