[BULA] ACEPRAN GOTAS

VETNIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Fórmula:

Cada 100 mL contém: 
Acepromazina 1,0 g 
Veículo q.s.p.100,0 mL

Indicações:

Acepran gotas é indicado para cães e gatos como sedativo e tranquilizante para facilitar procedimentos diagnósticos, contenção para exames e radiografias, tratamentos de feridas e abscessos, sondagem uretral e nos casos onde se deseja obter um efeito tranquilizante e de indiferença aos estímulos excitantes do meio. Acepran gotas é especialmente indicado para transporte de animais, pois promove tranquilização, sonolência e também atividade antiemética.

Dosagem:


Administrar por via oral puro ou adicionado a água.

Cães e gatos: 1 a 3 gotas por kg de peso corporal, dependendo da profundidade e duração da sedação requerida. Os efeitos sedativos iniciam-se 30 a 45 minutos após a administração.


Caso seja necessária uma complementação da dose, esta deverá ser realizada sob supervisão do médico veterinário. Cada 1 ml contém 19 gotas.


As dosagens poderão ser alteradas de acordo com a orientação do médico veterinário.


Administração: Uso oral.



Precauções:



Animais braquicefálicos (em especial cães da raça boxer) podem apresentar síncope ou choque após administração de fenotiazínicos, devido à elevação do tônus vagal e consequente severa bradicardia. Nestes casos, somente se aconselha o uso de fenotiazínicos nestas raças em baixas dosagens ou associados à atropina.


Eventualmente, podem ocorrer reações idiossincráticas a acepromazina em alguns animais, caracterizada por excitação paradoxal e desordens comportamentais adversas.

Interações Medicamentosas: Derivados da fenotiazina podem potencializar a toxicidade de organofosforados e a atividade da procaína. Desta maneira, não utilize “Acepran Gotas” para controlar tremores associados a envenenamentos por fosforados e estricnina. Não utilize em conjunto com vermífugos ou ectoparasiticidas organofosforados. Não utilize associado com cloridrato de procaína. 

Efeitos Colaterais: 

A acepromazina é muito segura, apresentando baixos índices de efeitos colaterais, quando as instruções da bula são seguidas. A acepromazina induz a efeitos colaterais típicos dos compostos fenotiazínicos, os quais incluem taquicardia reflexa, hipotensão, hipotermia e diminuição na frequência respiratória.


A redução do hematócrito causada pelas fenotiazinas se deve ao sequestro esplênico de hemácias.


Tranquilizantes podem induzir prolongada depressão ou impossibilidade de locomoção quando aplicados em dosagens excessivas ou em animais sensíveis.

Contraindicações: 

A acepromazina deve ser usada com extrema cautela em animais apresentando comprometimento hepático ou renal, doenças cardíacas, desordens respiratórias, debilitação acentuada e sob severas condições de estresse (calor ou frio excessivo, fadiga, etc).


Os derivados fenotiazínicos não são indicados em fêmeas gestantes e em animais, cuja carne ou leite, sejam destinados ao consumo humano.

A acepromazina está contraindicada em casos de choques endotóxicos ou traumáticos, devido ao risco de queda crítica na hipotensão. Não usar em animais com histórico de epilepsia, pois a acepromazina estimula as vias motoras extrapiramidais, diminuindo o limiar convulsivo.


A administração de adrenalina é contraindicada em animais medicados com fenotiazínicos, pois acarreta maior depressão da pressão arterial. Nestes casos, deve ser utilizada como droga de eleição a noradrenalina. Não associar a anestesias epidurais ou ao cloridrato de procaína.


Também, uma interação com os organofosforados deve ser evitada, porque a toxicidade dos fenotiazínicos é aumentada. Desta maneira, não utilizar o produto para controlar intoxicações associadas a envenenamentos por organofosforados e não utilize em conjunto com vermífugos ou ectoparasiticidas (cuidado com coleiras anti pulgas) que contenham organofosforados.


Apresentação: 

Frasco conta-gotas contendo 10 mL e 30 mL.

Classe Terapêutica:

ANESTÉSICOS, SEDATIVOS E SIMILARES

Princípio(s) Ativo(s):

ACEPROMAZINA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:

6.284 em 12/02/98.

Responsável Técnico:

Fábio Cavenaghi Mattei - CRMV: CRMV: SP 12005


Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800109197