[bula] ANTÍGENO PARA DIAGNÓSTICO DA BRUCELOSE - PROVA DO ANEL NO LEITE

SAA - INSTITUTO BIOLÓGICO

 Bovino

Fórmula:
O Produto Contém:

Brucella abourtus amostra 1119.3................................................0,04g
Tetrazólio.....................................................................................0,002g
Glicerina.......................................................................................0,01mL
Fenol.............................................................................................0,05g
Cloreto de sódio...........................................................................0,0085
Água destilada....................................q.s.p..................................1mL


Indicações:
Diagnóstico de Brucelose no leite.

Dosagem:
5mL/160 doses e 10mL/320 doses

Administração:
O Antígeno é uma suspensão de Brucella abourtus amostra 1119-3, corada pelo tetrazólio, inativada, dilúida a em solução salina glicerina-fenol. É utilizado para detectar a presença de anticorpos anti-brucella no leite. Seu preparo obedece a Técnica Internacional recomendada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
MODO DE USAR: Coletar amostra de leite direto do latão após a homogeneização, acrescentar 1mL de formalina a 1% para 10mL de amostra e mantê-la soba a refrigeração de 2º a 8ºC. A amostra do leite e o antígeno deverão estar à temperatura ambiente antes do início do teste. Agitar suavemente o frasco de antígeno para sua homogeneização. Depositar 1mL de amostra de leite no tubo de hemólise e acrescentar 1 gota (0,03mL) de antígeno, homogeneizar evitando formar espuma. A mistura leite-antígeno deverá ser colocada na estufa a 37ºC durante 1 hora antes da leitura. Após este período faz-se as seguintes interpretações:
a) Teste Negativo: anel de nata branco e coluna de leite róseo.
b) Suspeito: anel de nata e coluna de leite com tonalidade rósea.
c) Teste Positivo: anel de nata róseo e coluna de leite branca.
Em caso de reação positiva nesta prova, deve-se testar individualmente todos os bovinos da propriedade do qual originou-se à amostra.

Precauções:
Manter o produto em geladeira à temperatura entre 2º a 8ºCC. O produto não pode ser congelado.

Apresentação:
Em frascos

Classe Terapêutica:
DIAGNÔSTICOS

Princípio(s) Ativo(s):
BRUCELLA ABOURTUS INATIVADA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
8.340/02

Responsável Técnico:
Fernando do Amaral Noronha - CRMV: CRMV SP 0536

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
(11) 5572-8849
Página inicial

BULÁRIO VETERINÁRIO ONLINE