[bula] CESTODAN INJETÁVEL

KÖNIG DO BRASIL LTDA

 Caninos  Felinos

Fórmula:
Cada mL contém:
Praziquantel................................................................................55,0 mg
Veículo q.s.p....................................................................................1 mL

Indicações:
CESTODAN INJETÁVEL é ideal para o controle de todas as espécies de tênias que atacam cães e gatos. Oferece absoluta segurança e uma administração eficaz e sendo injetável, é de importância especial nas campanhas contra a hidatidose.
Nas doses recomendadas é 100 % eficaz, tanto sobre formas jovens como adultas, dos seguintes parasitas:
Echinococcus granulosus (agente da hidatidose humana);
Taenia hydatigena;
Taenia multiceps;
Dypilidium caninum;
Taenia ovis,
Taenia pisiformis;
Taenia taeniformis
Demais espécies de cestódeos

Dosagem:
A dose deve ser de 5,5 mg de praziquantel por kg de peso corpóreo (1 mL para cada 10 kg de peso). Animais com mais de 12,5 kg deve-se administrar somente 0,2 mL do produto por kg de peso corpóreo até um máximo de 3 mL.

Observação: a dose máxima a ser administrada deve ser de 3 mL independentemente do peso do animal.

Administração:
Uso injetável.
Pode ser administrado por via subcutânea ou intramuscular, sendo esta última preferida devido a uma leve dor que ocasionalmente pode seguir-se à administração subcutânea.

Readministração: não é necessária a menos que persistam as condições de reinfestação. Isto é particularmente importante nas parasitoses com Echinococcus granulosus pelo seu risco epizootiológico em que a fonte de infestação baseia-se no consumo de vísceras cruas com cistos hidáticos. No caso do Dypilidium caninum em que o transmissor é a pulga, a reinfestação será quase certa se esse ectoparasita não for eliminado do animal e do ambiente.

Precauções:
Margem de segurança:
Possui uma larga margem de segurança. Doses 5 vezes mais altas que as indicadas, com 14 dias de intervalo, em cães com 4 semanas de vida, não provocaram sinais de toxicidade nem qualquer alteração clínica, química, da colinesterase, hematológica ou histopatológica.
Doses 3 a 4 vezes mais altas, provocaram salivação excessiva, vômitos e depressão reversíveis, mas não a morte. Em gatos, doses 2 vezes mais altas que as indicadas, provocaram vômitos, depressão, tremor muscular e falta de coordenação motora.

Contra-indicações
Não apresenta.

Conservar em local seco e fresco, à temperatura entre 4 e 35°C, ao abrigo da luz solar direta.


Apresentação:
Frasco ampola de vidro contendo 10 mL , acondicionados em cartucho individual.

Classe Terapêutica:
ENDOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
PRAZIQUANTEL

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
6.258 em 13/01/98.

Responsável Técnico:
MV. André de A. Prazeres Gonçalves - CRMV: 10.821

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 015 6644