[bula] CIVTEST BOVIS BVD/BD P80

HIPRA SAÚDE ANIMAL LTDA.

 Bovino

Fórmula:



Conteúdo
do kit:

5 microplacas de 96 poços (12 tiras de 8 poços) adsorvidas com antígeno
específico BVDV.

2 frascos
(100 mL) de solução de lavagem (10x)

1 frasco
(60 mL) de solução diluente de soro (tampão para diluição de soro)

1 frasco
(60 mL) de solução de conjugado (solução contendo MAb-p80/HRPO com corante
vermelho)

1 frasco
(60 mL) de solução de substrato TMB

1 frasco
(60 mL) de solução bloqueadora ácido sulfúrico

1 frasco
(1,0 mL) de soro controle positivo

1 frasco
(1,0 mL) de soro controle negativo

1 frasco
(2,0 mL) de leite controle positivo

1 frasco
(2,0 mL) de leite controle negativo


Indicações:



CIVTEST BOVIS BVD/BD P80 é designado para detectar
anticorpos contra uma proteína específica presente em todas as cepas de BVDV e
BDV (proteína não estrutural p80). Por esta razão, anticorpos para ambos os
antígenos (BVDV e BVD) poderiam ser detectados. Não obstante, a especificidade
do kit evita reação cruzada com outros anticorpos.

CIVTEST BOVIS BVD/BD P80 é um teste ELISA de bloqueio. As placas são adsorvidas
com antígeno inativado BVDV contendo p80. O indicador usado para a detecção da
presença ou ausência de anticorpos contra p80 é um anticorpo monoclonal
conjugado com HRPO especificamente direcionado contra p80 (MAb-p80/HRPO). Nas
amostras negativas, sem anticorpos contra p80, o antígeno BVDV adsorvido na
placa permanecerá livre depois da incubação com a amostra, então o MAb-p80/HRPO
adicionado subsequentemente será ligado. A presença do conjugado será detectada
pela incubação com o substrato cromogênico peroxidase-específico seguindo a
intensidade da reação colorimétrica pelo uso de uma leitora com filtro de 450
nm. Na amostra positiva, os anticorpos anti-p80 serão ligados ao antígeno
bloqueando a possibilidade do MAb-p80/HRPO reagir com o antígeno. O conjugado
não ligado será removido pelo procedimento de lavagem, resultando em reação sem
cor quando o substrato é adicionado. Então, o teste será discriminado entre a
presença (resultado positivo, sem coloração) ou ausência (resultado negativo, coloração
amarela) de anticorpos contra p80 nas amostras analisadas.

CIVTEST BOVIS BVD/BD P80 funciona tanto com soro ou leite como amostra. O kit
segue também a interpretação de resultados obtidos a partir de amostras
individuais de leite ou amostras de tanque de leite. Nas partes B e C da seção
do Procedimento Teste está descrito como usar amostras de soro ou leite no
ensaio. Na parte B da seção de Leitura de Resultados está descrito como
interpretar os resultados em relação à amostra usada: soro individual, leite
individual ou leite de tanque.

Soroneutralização (SN) pode ser usada como teste confirmatório. Infecção aguda
com BVDV é melhor confirmada pela demonstração de soro conversão usando
amostras pareadas sequencias a partir de vários animais no grupo. O teste de
pareados (amostras aguda e covalescente) deve ser feita um intervalo mínimo de
21 dias. Os testes SN e ELISA para anticorpos são os mais amplamente usados.

CIVTEST BOVIS BVD/BD P80 permite diferenciação entre animais infectados e
vacinados quando vacinas inativadas são usadas.



Dosagem:



A.
Preparação de Reagentes

Solução de Lavagem (10x): Para reconstituir, adicionar 1 volume de Solução de
Lavagem concentrada para 9 volumes de água deionizada ou destilada



Preparação das Amostras

Tanto o Soro Controle Negativo e Positivo quanto as amostras de soro devem ser
diluídas 1/10 na Solução Diluente de Soro.



Administração:



Os
controles positivo e negativo devem sempre ser corridos em duplicata.

1. Remover o adesivo de cobertura das placas e adicione:

  a. Soro: Adicionar 100 μL tanto do Soro Controle Negativo e Positivo
diluídos 1/10 quanto das amostras diluídas 1/10 para os poços apropriados.

  b. Leite: Adicionar 100 μL tanto do Leite Controle Negativo e Positivo
diluídos ½ ou amostras diluídas½ para os poços apropriados.

2. Cobrir a placa com o adesivo e incubar:

  a. Soro: Dois protocolos alternativos:

    i. Protocolo Curto: 60 minutos a +36ºC - +38ºC.

    ii. Protocolo Longo: da noite para o dia (entre 15-24 horas) a
+2ºC - +8ºC.

  b. Leite: Somente um protocolo: da noite para o dia (entre 15-24 horas)
a +2ºC - +8ºC.

3. Remover o adesivo de cobertura e lavar a placa 4 vezes com Solução de
Lavagem reconstituída (300 μL por poço). Inverter a placa e bater firmemente
sob o papel absorvente.

4. Adicionar 100 μL de Solução de Conjugado para cada poço.

5. Cobrir a placa com o adesivo e incubar 60 minutos a +36ºC - +38ºC.

6. Remover o adesivo de cobertura e lavar a placa 4 vezes com Solução de
Lavagem reconstituída (300 μL por poço). Secar a placa como acima.


7. Adicionar 100 μL de Solução de Substrate para cada poço.

8. Desenvolver a reação cromogênica por 10 minutos em temperatura ambiente
(+20ºC - +25ºC) no escuro.

9. Adicionar 100 μL de Solução Bloqueadora para cada poço. Misturar
delicadamente batendo no lado da placa.

10. Limpe a superfície inferior da placa com papel absorvente. Leia a placa
usando uma Leitora de Placas.



Precauções:



Leia cuidadosamente estas informações. Estoque todos os
reagentes em temperaturas entre +2ºC e +8ºC (não congelar). As tiras não
utilizadas devem ser estocadas entre +2ºC e +8ºC seladas dentro do saco
plástico com sílica gel, pois a umidade pode danificar as placas. Mesmo que o
antígeno tenha sido inativado durante o processo de fabricação, as placas com o
antígeno adsorvido devem ser tratadas como uma fonte potencial de BVDV. Não
expor a solução de substrato à luz forte ou qualquer agente oxidante.
Substratos TMB são muito sensíveis, mesmo em níveis de traços de contaminação e
não devem ser retornados ao frasco uma vez removidos. Aproximadamente 25% de
excedente é fornecido para permitir a remoção de uma pequena quantidade acima
do exato volume requerido. Não usar os componentes com data expirada e não
misturar componentes de kits com diferentes números de lotes. Pipetagem e
lagavem cuidadosa durante todo o procedimento são necessárias para manter a
exatidão e precisão. Não pipetar pela boca. Usar luvas durante o processo. A
solução bloqueadora é ácido sulfúrico 2N, que é corrosivo, deve ser manuseado
com cuidado. Todos os materiais residuais devem ser apropriadamente
descontaminados antes de serem eliminados. Para uso somente veterinário.

Reagentes fechados, estocados corretamente, são estáveis até a data de validade
marcada na etiqueta externa.



Apresentação:



Um kit é suficiente para um máximo de 460 ensaios.



Classe Terapêutica:
DIAGNÔSTICOS

Princípio(s) Ativo(s):
ANTÍGENOS, KITS DE DETECÇÃO E TESTES

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
Licenciado no MAPA sob nº 9.822 em 02/07/2014.

Responsável Técnico:
Claudio Chiminazzo - CRMV: CRMV-RS 04137

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
08006444501
Página inicial

BULÁRIO VETERINÁRIO ONLINE