Bulas dos produtos veterinários disponíveis no brasil

$hide=index$hide=error

[bula] ESPES HERTAPE SAÚDE ANIMAL S/A

Bovino  Caninos  Caprinos  Eqüinos  Felinos  Ovinos  Suíno

Fórmula:
Cada 100 mL contém:



Benzilpenicilina procaína ........................ 20.000.000 UI
Diidroestreptomicina (sulfato) ................ 20 g

Veículo q.s.p. ........................................ 100 mL

Indicações:

No tratamento das infecções bacterianas pós-operatórias e/ou secundárias a infecções virais, causadas por micro-organismos sensíveis à associação, em diversas espécies, tais como:


Bovinos, ovinos e caprinos: abscessos cutâneos (causados por Corynebacterium spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp), actinomicoses (causadas por Actinomyces spp), afecções podais (causadas por Fusobacterium necrophorum), carbúnculo bacteriano (causado por Clostridium spp), leptospiroses (causadas por Leptospira spp), mastites, metrites e síndromes MMA (causadas por Corynebacterium spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp), infecções respiratórias (causadas por Pasteurella spp), nocardiose (causada por Nocardia spp).


Suínos: artrites (causadas por Haemophilus spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp), abortos (causados por Brucella, Leptospira e outros microrganismos sensíveis), leptospirose, infecções respiratórias (causadas por Pasteurella spp), erisipela suína (Erisypelotrix spp).


Equídeos: metrites (causadas por Streptococcus spp, Staphylococcus spp), infecções respiratórias (causadas por Pasteurella spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp), abscessos cutâneos (causados por Corynebacterium spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp).


Cães e gatos: infecções genito-urinárias (causadas por Streptococcus spp, Staphylococcus spp), infecções respiratórias (causadas por Pasteurella spp, Streptococcus spp, Staphylococcus spp) e peritonites causadas por micro-organismos sensíveis à combinação penicilina/estreptomicina.
Dosagem:
Administrar o produto através de injeção intramuscular nas seguintes doses:

Bovinos, ovinos, caprinos, suínos e equinos: 6.000 a 12.000 U.I. de benzilpenicilina procaína  + 6 a 12mg de diidroestreptomicina por kg de massa corporal por dia, equivalente a 0,03 a 0,06mL de ESPES por kg ao dia.

Cães e gatos: 10.000 a 20.000 U.I. de benzilpenicilina procaína + 10 a 20mg de diidroestreptomicina por kg de massa corporal por dia, equivalente a 0,05 a 0,10mL de ESPES  por kg ao dia.



O tratamento deverá ser continuado até 24 ou 48 horas após a remissão dos sintomas. Essas doses poderão ser alteradas a critério do Médico-Veterinário.



Duração do tratamento: 3 a 5 dias.



Administração:
Via intramuscular.



Precauções:
PERÍODO DE CARÊNCIA:


Atenção: Obedecer aos seguintes períodos de carência: BOVINOS, OVINOS E CAPRINOS: Abate: Abater os animais destinados ao consumo humano somente 30 dias após a última aplicação deste produto. Leite: O leite dos animais tratados somente poderá ser destinado ao conusmo humano 03 dias após a última aplicação do produto. SUÍNOS E EQUINOS: Abate: Abater os animais destinados ao consumo humano somente 30 dias após a última aplicação deste produto. A utilização do produto em condições diferentes das indicadas nesta bula pode causar a presença de resíduos acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal impróprio para o consumo.




PRECAUÇÕES

Devem ser obedecidas as condições de assepsia durante a administração do preparado, desinfetando-se previamente a região da injeção com álcool. Não administrar por via subcutânea, intravenosa ou nas proximidades de nervos importantes. Administrar com cuidado em animais com histórico de alergias. Verificar a função renal durante o tratamento, principalmente em animais jovens. Evitar tratamentos prolongados, sobretudo em carnívoros. Uma vez retirada a primeira dose do frasco, o produto deve ser utilizado dentro de 24 horas.





CONTRAINDICAÇÕES

Não tratar animais com hipersensibilidade a penicilinas e/ou aminoglicosídeos, bem como animais com insuficiência renal, hepatopatias, cardiopatias, lesões cócleo-vestibulares ou com idade inferior a um mês. Não aplicar em coelhos, cobaias e hamsters. Não administrar em fêmeas gestantes, por existir risco de toxicidade cardiovestibular fetal.




INCOMPATIBILIDADES E INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Não administrar conjuntamente com:


-antibióticos bacteriotáticos e outros aminoglicosídeos ao seu antagonismo;


-pentobarpital e anestésicos inalatório, por haver riscos de depressão vestibular;

-relaxantes neuromusculares, por risco de bloqueio neuromuscular;

-diuréticos, por risco de aumentar a ototoxicidade;

outros: heparina, gluconato de cálcio, riboflavina, triancinolona, indometacina, fenilbutazona, salicilatos e outros ácidos fracos. O sulfato de diidroestreptomicina é incompatível com ácidos e com álcalis.




EFEITOS ADVERSOS/TÓXICOS

Toxicidade curaruforme por intoxicação acidental - os sintomas são: inquietação, dificuldade respiratória, perda de consciência e, ocasionalmente, morte por falência respiratória e depressão vasomotora. Nestes casos, deve-se suprimir a administração do medicamento e realizar a aplicação de respiração artificial, assim como anti-histamínicos e sais de cálcio por via intravenosa lenta.


Ototoxicidade: fundamentalmente em gatos, por ser uma espécie muito sensível a diidroestreptomicina, sobretudo em tratamentos prolongados. Os sintomas são: perda do equilibrio e audição, ataxia e nistagmo rotatório progressivo. Nestes casos, será suspensa a administração do medicamento. Não obstante, a recuperação é lenta e gradual e, em alguns casos, o dano é permanente.

Nefrotoxicidade: normalmente são observadas albuminúria, cilindrúria, enzimúria e anúria.




EFEITOS ALÉRGICOS

Em animais hipersensíveis, poderão ocorrer reações alérgicas ou anafiláticas, algumas vezes graves, durando geralmente entre 2 e 4 horas. Os cães e bovinos idosos podem estar mais predispostos e seus sintomas são salivação, tremores, vômitos, respiração dificultada e edema subcutâneo em algumas regiões do corpo. Em casos graves, deverá ser suprimida a administração e ser usada epinefrina imediatamente.  Em leitões e porcos de engorda podem ser observados, ocasionalmente, em situações de estresse: febre transitória, vômitos, incoordenação motora, tremores e apatia.

Em equinos de pelagem branca e pele fina, pode ser observada pequena reação local no ponto de aplicação, com edema e dor muscular.




Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar, fora do alcance de crianças e animais domésticos. Não congelar.





Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.










Apresentação:
Frasco multidose de vidro âmbar, contendo 50, 100 ou 250mL.

Classe Terapêutica:
ANTIMICROBIANOS GERAIS; ANTIFÚNGICOS E ANTIPROTOZOÁRIOS (COCCIDIOS, FLAGELADOS)

Princípio(s) Ativo(s):
BENZILPENICILINA G PROCAÍNA
DIHIDROESTREPTOMICINA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
7411/00

Responsável Técnico:
Drº Eduardo Souto Bernardez - CRMV: MG4339

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800-7268668
Nome

Anestésicos-Sedativos e Similares,41,Antimicrobianos-Antifúngicos-Antiprotozoários,585,Antinflamatórios-antipiréticos-anti-alérgicos-analgésicos,132,Antissépticos e Desinfetantes,80,Bayer,17,Bimeda,24,Bioctal,3,Biogénesis Bagó,30,Biovet,62,Boehringer Ingelheim,2,Bravet,13,Calbos,11,Castel,1,Centagro,1,Centralvet,7,Ceva,57,Champion,4,Chemitec,20,Clarion,5,Complexos,11,Concentrado Suplementar,27,Coveli,9,Dechra,66,Des-Far,28,Diagnóstico,23,Duprat,2,Ectoparasiticidas,312,Eficiência Alimentar,15,Endectocida,150,Endoparasiticidas,207,Eurofarma,7,EXCLUSÃO COMPETITIVA,2,Fatec,7,Hertape,32,Hidratação - Estimulante e Medicação de Suporte,52,Hipra,5,Hormônios e Similares,77,Ibasa,11,Ilender,2,Impextraco,2,Indubras,6,J.A,11,Jofadel,10,Konig,11,Labgard,2,Labovet,2,Labyes,7,Leivas Leite,3,Lema,2,M. Cassab,8,Merial,16,Metafilaxia,1,Microsules,2,MSD,105,Mundo Animal,9,Neurolítico,1,Norbrook,7,Novartis,14,Noxon,4,Oriente,3,Ourofino,76,Phibro,2,Prado,4,PROBIÓTICOS,13,Progado,1,Promotores de crescimento,6,Provets Simões,5,Sanphar,7,Santa Elena,1,Santa Marina,19,Sespo,12,Soros Hiperimunes,12,Tortuga,2,Trajetória,16,União Química,84,Uzinas,12,Vacinas,463,Vallée,20,Vansil,27,Venco,58,Vetanco,6,Vetecia,3,Vetnil,19,Vétoquinol,10,Vigor,3,Vilavet,4,Virbac,62,Vitafort,1,Vitalfarma,14,Zoetis,164,
ltr
item
Bulário Veterinário: [bula] ESPES HERTAPE SAÚDE ANIMAL S/A
[bula] ESPES HERTAPE SAÚDE ANIMAL S/A
Bulário Veterinário
https://www.bulario.vet.br/2016/06/bula-espes-hertape-saude-animal-sa.html
https://www.bulario.vet.br/
https://www.bulario.vet.br/
https://www.bulario.vet.br/2016/06/bula-espes-hertape-saude-animal-sa.html
true
6321988212031425367
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Ver mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE Pesquisar ALL POSTS Not found any post match with your request Voltar Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content