[bula] FORTMISOL

LABORATÓRIO CALBOS LTDA.

 Bovino

Fórmula:
Cada 100 ml contém:
Fosfato de Levamisol ................................................. 18,8 g
Veículo q.s.p. ......................................................... 100,0 ml
*Equivalente a 12,7 g de levamisol base.

Indicações:
Controla todos os tipos de helmintos de importância econômica na criação de bovinos: Haemochus spp, Cooperia spp, Trichostrongylus spp, Osesophagostomun radiatum, Chabertia spp e Dictyocaulus viviparus (verme do pulmão). FORTMISOL quando aplicado após as vacinações rotineiras tem efeito imunoestimulante inespecífico.

Dosagem:
Agulhas e seringas, antes do uso, devem ser submetidas aos processos normais de esterilização. O local de injeção no animal deve ser previamente desinfetado com algodão embebido em álcool iodado ou semelhante. Recomenda-se subdividir a dose em locais diferentes de aplicação no caso de volumes superiores a 10 ml. POSOLOGIA: Aplicar 1 ml de FORTMISOL para cada 40 kg de peso vivo. Nos casos de infestações altas por Trichostrongylus axei e Ostertagia spp, recomenda-se dobrar a dose, ou seja, 2 ml para cada 40 kg de peso vivo.

Administração:
FORTIMISOL deve ser aplicado em injeções subcutâneas, de preferência na região posterior ou anterior à escápula (pá). Deve-se evitar aplicar este ou qualquer outro produto injetável sobre a pá ou costelas dos bovinos. Em condições climáticas ou de manejo que favoreçam as infestações, pode-se repetir o tratamento 3 a 4 semanas após a primeira aplicação, a critério do médico veterinário.

Precauções:
PERÍODO DE CARÊNCIA: suspender a medicação 7 dias antes do abate de animais destinados ao consumo humano. Descartar o leite de animais tratados, destinado ao consumo humano, durante 48 horas após a última aplicação do produto. CUIDADOS: •Não submeter os animais a exercícios prolongados antes ou depois do tratamento. •Seringas e agulhas devem ser sempre esterilizadas antes do uso. •Este e qualquer outro medicamento deve ser mantido em local seguro e fora do alcance de crianças e animais domésticos. •Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do médico veterinário. •Produtos injetáveis podem ocasionar raros casos de reações de hipersensibilidade individual. •grau dessas reações depende da sensibilidade de cada animal tratado. Evitar sobredose em animais jovens, e naqueles debilitados por problemas infecciosos e/ou nutricionais, recomeda-se tratamento destes problemas antes.

Apresentação:
Frascos de 30, 100, 250, 500 e 1L.

Classe Terapêutica:
ENDOPARASITICIDAS (ANTI-PARASITÁRIOS)

Princípio(s) Ativo(s):
LEVAMISOL

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
4.900 em 16/11/94.

Responsável Técnico:
Dra. Dayane Vilela - CRMV: CRF-PR 20171

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800-6458218