[bula] ScourGuard 4KC

Vacina contra Diarréia Neonatal de Bezerros 

ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA


 Bovino

Fórmula:
Contém uma preparação líquida inativada com títulos mínimos na data de vencimento para rotavírus bovino cepa Lincoln de 1,31 PR (potência relativa); para rotavírus bovino cepa B223 de 1,00 PR; para coronavirus bovino, cepa Hanson de 1,00 PR; para bacterina de Escherichia coli K99, cepa NL-1005 de 1,00 PR e para toxóide (beta toxina) de Clostridium perfringens tipo C, cepa NL-1003 de 10 UAI (Unidade Antitóxica Internacional). A vacina possui adjuvante para melhorar a resposta imunológica.

Indicações:

Para vacinação de vacas e novilhas prenhes sadias, como um auxiliar na prevenção da diarréia dos bezerros causada por rotavírus bovino (sorotipos G6 e G10), coronavírus bovino, cepas enterotoxigênicas de Escherichia coli com fator de aderência pl11 K99 e Clostridium perfringens tipo C. 


Dosagem:
Administrar assepticamente na dose de 2 mL por animal.

Administração:
Administrar somente por via intramuscular (IM). De acordo com o Programa de Garantia de Qualidade da Carne este produto deve ser administrado no músculo da região do pescoço.

Recomenda-se vacinação de vacas e novilhas prenhes sadias. Agitar bem.
Vacinação primária: Administrar, em vacas e novilhas prenhes, 2 doses IM com intervalo de aproximadamente 3 semanas entre elas, sendo que a segunda dose deve ser dada entre 3 e 6 semanas antes do parto.
Revacinação: Recomenda-se revacinação com dose única entre 3 e 6 semanas antes da data prevista de cada parto subseqüente.
Precauções:

Devem ser empregadas boas práticas de manejo na criação de animais e saúde dos rebanhos incluindo revacinação anual e assegurar que os bezerros recebam o colostro logo após o nascimento.
Armazenar entre 2°C e 8°C. Exposição prolongada a altas temperaturas pode afetar adversamente a potência da vacina. Não congelar.
Usar todo o conteúdo do frasco depois de aberto.
Usar seringas e agulhas esterilizadas para aplicar a vacina.
Não vacinar dentro de 21 dias antes do abate.
Contém gentamicina e merthiolate como conservantes.
Pode ocorrer aumento transitório de temperatura após a vacinação.
Como toda vacina, reações anafiláticas podem ocorrer após a vacinação.
É recomendado o uso de epinefrina como antídoto inicial, seguido de terapia de suporte adequado.
Este produto mostrou ser eficaz em animais sadios. Uma resposta imunológica protetora pode não ser obtida se os animais estiverem incubando alguma doença infecciosa, estiverem mal nutridos ou parasitados, estiverem estressados devido a transporte ou condições ambientais, estiverem imunocomprometidos, ou se a vacina não for administrada conforme recomendações de bula.
Manter fora do alcance de crianças e de animais domésticos.
Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do médico veterinário.
Apresentação:
Frascos contendo 20 e 100 mL correspondentes a 10 e 50 doses de 2 mL respectivamente.

Classe Terapêutica:
VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

Princípio(s) Ativo(s):
OUTROS
VAC. DIARRÉIA VIRAL BOVINA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
9.313 em 13/06/2007

Responsável Técnico:
Renato Beneduzzi Ferreira - CRMV: SP Nº 1.695

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 011 1919