[bula] Serkel Gastro RV

Vacina Inativada contra Rotavírus, Colibacilose e Enterotoxemia Suína


LABORATÓRIOS VENCOFARMA DO BRASIL LTDA.


 Suíno

Fórmula:

COMPOSIÇÃO
É uma suspensão contendo Rotavírus, obtido em cultivo celular e inativado pela betapropiolactona, bacterinas de Escherichia coli Antígenos K88 (amostra S2), 987P (amostra S33), K99/F41 (amostra S30) e toxoides de Clostridium perfringens (welchii) tipo C (toxoide β) e D (toxoide ε), inativadas por formol e calor, adicionada de Gel de Hidróxido de Alumínio.
Indicações:

INDICAÇÃO

Na profilaxia das enfermidades entéricas suínas causadas pelo Rotavírus e pelas bactérias Escherichia coli e Clostridium perfringens tipo C e D.

Dosagem:

DOSE E MODO DE USAR
A dose é de 2 mL por animal pela via intramuscular, atrás da orelha.
Marrãs ou primovacinação (animais nunca vacinados): fazer uma dose e repetir a dose após 21 dias (80 e 101 dias de gestação).
Revacinação de porcas: 1 dose entre 90 e 100 dias de gestação.
A imunidade se efetivará 21 dias após a última revacinação.
Administração:

DOSE E MODO DE USAR
A dose é de 2 mL por animal pela via intramuscular, atrás da orelha.
Marrãs ou primovacinação (animais nunca vacinados): fazer uma dose e repetir a dose após 21 dias (80 e 101 dias de gestação).
Revacinação de porcas: 1 dose entre 90 e 100 dias de gestação.
A imunidade se efetivará 21 dias após a última revacinação.
Precauções:

CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS
Recomendam-se, para um melhor controle da sanidade da granja, testes diagnósticos para determinar quais agentes podem estar acometendo os animais quando houver desordens entéricas.
Não vacinar animais doentes e debilitados. A vacinação de animais enfermos, subnutridos, com alta carga parasitária ou sob condições de estresse comprometem o desenvolvimento de uma resposta imunológica sólida e duradoura.
Conservar a vacina na temperatura de 2 °C a 8 °C, até o momento da aplicação. Não congele o produto.
Verificar o prazo de validade do produto.
Agitar vigorosamente o frasco antes e durante a aplicação da vacina.
Desinfetar o local da aplicação da vacina e usar agulhas e seringas estéreis.
O uso concomitante (ou nos dias que antecedem e sucedem a vacinação) com substâncias antimicrobianas e anti-inflamatórias, poderá interferir no desenvolvimento e manutenção da resposta imune após a vacinação.
Em caso de choque anafilático, usar epinefrina ou equivalente.
Recomenda-se que a vacinação seja efetuada após a comprovação laboratorial do complexo viral e bacteriano das enfermidades na granja.
Apresentação:
Frascos plásticos de 50 mL contendo 25 doses cada.

Classe Terapêutica:
VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

Princípio(s) Ativo(s):
VAC. ROTAVIROSE
VAC. COLIBACILOSE
VAC. ENTEROTOXEMIA

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
9.542/2010

Responsável Técnico:
Dr. Jorge Chiromatzo Júnior - CRMV: 1.850

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 437997
Página inicial

BULÁRIO VETERINÁRIO ONLINE