Bulas dos produtos veterinários disponíveis no brasil

[bula] TEAT SEAL® ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Bovino

Fórmula:
Cada seringa de 4 g contém:

Subnitrato de bismuto ................ 2,6 g
Veículo ... q.s.p. .......................... 4,0 g
Indicações:

Teat Seal® é indicado na prevenção de novas infecções intramamárias durante o período seco. Isto resulta na redução da incidência de mastites subclínicas das vacas na parição e de mastites clínicas no período seco e na lactação subsequente (pelo menos por 60 dias após a parição). É recomendado que o Teat Seal®seja usado como parte do manejo de secagem da vaca e controle da mastite. Vacas consideradas livres de mastite subclínica devem receber Teat Seal® no período da secagem. Outros animais devem ser manejados de acordo com um programa de controle da mastite ou conforme as recomendações do Médico Veterinário.
Na prática, os critérios de seleção podem ser baseados na mastite e no histórico da contagem de células individuais das vacas, em testes reconhecidos de detecção da mastite subclínica ou de amostragem bacteriológica. Por exemplo, quando contagens individuais de célula estão disponíveis, vacas com uma média de contagem menor que 200.000 células/mL nos 3 meses antes da secagem podem receber Teat Seal®. Um aumento mínimo na contagem de células durante as 4 últimas semanas, antes da secagem, é considerado normal e pode ser ignorado.
Dosagem:
Administrar o conteúdo de uma seringa em cada quarto do úbere, imediatamente após a última
ordenha da lactação (no período de secagem).

Administração:
Na secagem o úbere deve ser rigorosamente limpo, desinfetado e deve-se deixar secar antes da
infusão; isso é essencial, pois o Teat Seal® não possui atividade antimicrobiana. Deve-se, também, tomar cuidado para evitar contaminação do bico da seringa. Introduza o bico no teto e aplique com pressão suave e contínua até que a pasta seja inoculada. Não massageie o teto, nem o úbere após a infusão do produto. É recomendável o uso de um desinfetante apropriado no teto, após a infusão.

Precauções:
Não utilizar em vacas com suspeita ou com infecção intramamária confirmada na secagem.
Não usar em vacas lactantes. Se vacas em lactação forem tratadas acidentalmente, o selo pode ser facilmente retirado manualmente, não sendo necessário qualquer precaução adicional. Neste caso, o leite não é recomendado para uso humano.


Informação adicional: A maioria dos selos sai na primeira mamada ou ordenha após o parto, contudo quantidades podem ocasionalmente ser vistas como flocos no filtro, por poucos dias. Teat Seal® pode ser diferenciado da mastite pela sua textura.

- Em condições frias o produto pode ser aquecido a temperatura ambiente de um ambiente quente, para auxiliar na seringabilidade.
Tubos individuais não devem ser colocados em água aquecida.
Destruir a seringa e todo o conteúdo não utilizado após o uso.
Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.
Conservar o produto em sua embalagem original, fechada, em temperatura ambiente  (15°C a 30°C) e ao abrigo da luz solar direta.
Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

Medidas Simples para evitar a introdução de infecções durante a administração.
A. Não colocar seringas individuais em água quente/morna, durante o tempo frio.
B. Secar as vacas abruptamente e não gradualmente.
C. Limpar completamente as pontas dos tetos com rigor cirúrgico e deixar secar ao ar livre. NÃO usar água com ou sem desinfetante.
D. Limpar os dois tetos mais afastados e depois os dois mais próximos.
E. Assegurar que os tetos estejam limpos e secos antes da administração do produto.
F. Administrar o Teat Seal® nos tetos na ordem oposta à limpeza: isto é, primeiro os dois tetos mais próximos e depois os dois mais afastados.
G. Após a administração do Teat Seal®, mergulhar os tetos numa solução desinfetante e deixar as vacas em pé no curral, pelo menos por 30 minutos para permitir que o canal da teta se feche.
H. Inspecionar regularmente as vacas verificando sinais de mastite durante a primeira
semana após a secagem.
Na parição, o selo pode ser tirado do teto com a mão ou pode ser ingerido pelo bezerro.
A ingestão do Teat Seal®pelo bezerro é segura e não produz efeitos adversos.

Período de Carência:
O produto não requer período de carência para o consumo de leite e carne de bovinos tratados.
- A utilização do produto em condições diferentes das indicadas na bula pode causar presença de resíduos acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal impróprio para o consumo humano.
Apresentação:
Seringas plásticas descartáveis contendo 4 g, em caixas com 24 ou 120 seringas.

Classe Terapêutica:
ANTIMICROBIANOS GERAIS; ANTIFÚNGICOS E ANTIPROTOZOÁRIOS (COCCIDIOS, FLAGELADOS)

Princípio(s) Ativo(s):
OUTROS

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
nº 8704 em 12/09/03

Responsável Técnico:
Renato Beneduzzi Ferreira - CRMV: SP-1.695

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 011 1919
Nome

Anestésicos-Sedativos e Similares,41,Antimicrobianos-Antifúngicos-Antiprotozoários,585,Antinflamatórios-antipiréticos-anti-alérgicos-analgésicos,132,Antissépticos e Desinfetantes,80,Bayer,17,Bimeda,24,Bioctal,3,Biogénesis Bagó,30,Biovet,62,Boehringer Ingelheim,2,Bravet,13,Calbos,11,Castel,1,Centagro,1,Centralvet,7,Ceva,57,Champion,4,Chemitec,20,Clarion,5,Complexos,11,Concentrado Suplementar,27,Coveli,9,Dechra,66,Des-Far,28,Diagnóstico,23,Duprat,2,Ectoparasiticidas,312,Eficiência Alimentar,15,Endectocida,150,Endoparasiticidas,207,Eurofarma,7,EXCLUSÃO COMPETITIVA,2,Fatec,7,Hertape,32,Hidratação - Estimulante e Medicação de Suporte,52,Hipra,5,Hormônios e Similares,77,Ibasa,11,Ilender,2,Impextraco,2,Indubras,6,J.A,11,Jofadel,10,Konig,11,Labgard,2,Labovet,2,Labyes,7,Leivas Leite,3,Lema,2,M. Cassab,8,Merial,16,Metafilaxia,1,Microsules,2,MSD,105,Mundo Animal,9,Neurolítico,1,Norbrook,7,Novartis,14,Noxon,4,Oriente,3,Ourofino,76,Phibro,2,Prado,4,PROBIÓTICOS,13,Progado,1,Promotores de crescimento,6,Provets Simões,5,Sanphar,7,Santa Elena,1,Santa Marina,19,Sespo,12,Soros Hiperimunes,12,Tortuga,2,Trajetória,16,União Química,84,Uzinas,12,Vacinas,463,Vallée,20,Vansil,27,Venco,58,Vetanco,6,Vetecia,3,Vetnil,19,Vétoquinol,10,Vigor,3,Vilavet,4,Virbac,62,Vitafort,1,Vitalfarma,14,Zoetis,164,
ltr
item
Bulário Veterinário: [bula] TEAT SEAL® ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA
[bula] TEAT SEAL® ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA
Bulário Veterinário
https://www.bulario.vet.br/2016/06/bula-teat-seal-zoetis-industria-de.html
https://www.bulario.vet.br/
https://www.bulario.vet.br/
https://www.bulario.vet.br/2016/06/bula-teat-seal-zoetis-industria-de.html
true
6321988212031425367
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Ver mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE Pesquisar ALL POSTS Not found any post match with your request Voltar Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content