[bula] VECTORMUNE HVT NDV

CEVA SAÚDE ANIMAL LTDA

 Aves

Fórmula:
VECTORMUNE HVT NDV contém um vírus sorotipo 3 da Doença de Marek (herpesvírus de Peru, cepa FC-126) geneticamente modificado, contendo o gene F do vírus da Doença de Newcastle (cepa lentogênica D-26), com título mínimo de 3.420 PPU na liberação. A vacina é recomendada para ser utilizada em galinhas como medida auxiliar na prevenção da Doença de Newcastle e Doença de Marek. A vacina contra a Doença de Marek contendo vírus sorotipo 3 se apresenta sob a forma de uma associação de células congeladas. As células e as partículas virais são muito frágeis e requerem manipulação cuidadosa no intuito de evitar uma queda de eficácia por dano ou perda de título. A vacina é armazenada e transportada congelada em nitrogênio líquido.

Indicações:
A vacina é recomendada para ser utilizada em pintos de 1 dia saudáveis ou ovos embrionados de galinha com 18 a 19 dias como medida auxiliar na prevenção da Doença de Newcastle e Doença de Marek. Boas práticas de manejo são recomendadas para reduzir a exposição aos vírus da Doença de Newcastle e Doença de Marek por pelo menos duas semanas após a vacinação.

Dosagem:
Ler cuidadosamente as instruções antes do uso. As instruções devem ser seguidas completamente.
Combinar a dose de vacina com o volume apropriado de diluente como descrito a seguir:
1. Para vacinação por via subcutânea em pintos de 1 dia. Misturar 200 mL de diluente para cada 1000 doses de vacina.
2. Para vacinação in ovo de embriões de galinha de 18 a 19 dias. Misturar 100 mL de diluente para cada 1000 doses de vacina para administrar 0,05 mL por embrião.

Administração:
Preparação da Vacina:
1. Estar familiarizado com todos os procedimentos de segurança e medidas de prevenção de acidentes para manipular o nitrogênio líquido.
2. Usar luvas, protetor facial e óculos de proteção antes de remover as ampolas de vacina do nitrogênio líquido.
3. Verificar o recipiente para confirmar a presença de quantidade suficiente de nitrogênio líquido devem ser verificados regularmente e o recipiente deve ser reabastecido quando necessário.
4. Depois de combinar a dose de vacina e o volume correspondente de diluente, retirar rapidamente do nitrogênio líquido o número exato de ampolas necessárias.
5. Descongelar no máximo 4 ampolas de cada vez. Depois de inspecionar o diluente e terminar todas as preparações, a vacina deve ser rapidamente removida do nitrogênio líquido e transferida para um banho de descongelamento, e uma distribuição uniforme da vacina pela ampola.
6. Imediatamente após o descongelamento, misturar a vacina com o diluente em temperatura ambiente 15-25°C. Retire suavemente a vacina da ampola com uma agulha 18G e misture devagar com o diluente. Enxague uma vez a ampola com a vacina diluída.
7. Utilizar imediatamente a vacina e misturar ocasionalmente para assegurar uma suspensão uniforme de células. A dose recomendada é 0,2 mL por pinto de 1 dia pela via subcutânea. A dose recomendada in ovo é 0,05 mL ou 0,1 mL por ovo embrionado de galinha.

Vacinação Subcutânea
1. Para administração subcutânea, esterilize previamente a seringa automática, agulhas e outros equipamentos acessório por autoclavagem ou fervura. Utilizar agulha curta 20G (1,1 mm x 25 mm) para a vacinação.
2. Injetar por via subcutânea 0,2 mL na região dorsal do pescoço de cada ave.

Vacinação In Ovo
1. A vacinação é administrada in ovo em embriões de galinha de 18 a 19 dias de desenvolvimento. Ler o Manual do sistema operacional de inoculação em ovos antes do início da vacinação. Erros na observação das instruções podem resultar em injúrias ao operador, excessiva mortalidade dos embriões e baixa eclosão dos ovos. A dose recomendada in ovo é de 0,05 mL ou 0,1 mL por embrião.
2. Sanitizar o sistema de inoculação de ovos antes e depois do uso seguindo os procedimentos descritos no manual operacional.

Precauções:
1. Ler as instruções acima cuidadosamente.
2. Não vacinar 21 dias antes do abate.
3. A vacina contém gentamicina e anfotericina B como conservantes.
4. Incinerar embalagens e o conteúdo não utilizado.
5. Não remover a vacina do nitrogênio líquido antes de estar pronto para o uso.
6. Não recongelar a vacina.
7. Não usar a vacina que descongelou no botijão de nitrogênio líquido.
8. Usar todo o conteúdo imediatamente após a diluição da vacina.
9. Não exceder a concentração recomendada ou aplicar menos de uma dose por ave.
10. O efeito da combinação desta vacina com outros produtos não é conhecido e pode influenciar na eficácia da mesma.
11. Utilizar somente o diluente fornecido pelo proprietário desta vacina, visto que todas as provas de controle de qualidade foram realizadas com diluente próprio. Mantenha um registro das vacinas e diluentes utilizados.

Conservação:
Ampolas vacinais: armazenar em nitrogênio líquido, em recipientes apropriados, até o momento do uso.
Diluente: armazenar na temperatura ambiente entre 15-25°C ao abrigo da luz ou sob refrigeração 2-8°C.

Apresentação:
Frascos com 2000 ou 4000 doses.

Classe Terapêutica:
VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

Princípio(s) Ativo(s):
VAC. DOENÇA DE MAREK
VAC. DOENÇA DE NEWCASTLE

Registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:
9.576 em em 18/08/2010

Responsável Técnico:
Dra. Sandra Fernandez - CRMV: SP 9.267

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
0800 770 0355
Página inicial

BULÁRIO VETERINÁRIO ONLINE